3 Razões pelas quais as transações de Bitcoin são lentas

Apesar de Bitcoin oferecer uma descentralização e segurança sem precedentes, sua rede tem um fluxo significativo, a saber, a velocidade de transação. O processamento de uma única transação pode levar até 10 minutos. Mas por que isto está acontecendo?

Para entender por que as transações Bitcoin Up às vezes levam tanto tempo para serem confirmadas, é essencial entender primeiro como elas são verificadas.

Aprofundando na essência

Uma vez criada uma transação, uma mensagem de transação é enviada para a cadeia de bloqueio Bitcoin e passa por todos os nós disponíveis na rede. Isto é chamado de fila Mempool onde as transações não confirmadas estão esperando para serem validadas pelos mineiros. Agora os mineiros (em palavras simples, nós que validam uma nova transação) selecionarão uma coleção de transações (não excedendo em tamanho de 1MB), e tentarão validá-las resolvendo um problema matemático complexo como prova de trabalho (POW).

Uma vez que um mineiro valide uma transação com sucesso e acrescente um novo bloco à cadeia de bloqueios, eles o passarão pelo livro razão atualizado para outros mineiros que estão tentando validar um novo bloco em cima disso.

Neste caso, muitos mineiros validam um novo bloco quase instantaneamente, e a regra da cadeia mais longa é aplicada para aceitar um bloco e descartar os blocos restantes. A regra da cadeia mais longa é basicamente aceitar a cadeia de bloqueio com mais blocos a cada nó da rede, portanto, concordando com o mesmo histórico de transações.

Tal processo parece demorado, embora a velocidade realmente dependa do equipamento utilizado. Entretanto, há várias outras razões para a velocidade lenta da confirmação da transação.

Baixa taxa de transação

Uma vez que uma transação não confirmada está esperando na fila de Mempool, os mineiros estão mais propensos a pegar as transações com uma taxa de transação alta. Por quê? Porque vendo isto da perspectiva dos mineiros, quando eles extraem um novo bloco para validar uma tradução, eles estão usando o poder computacional, portanto a energia que lhes custa dinheiro. Portanto, é mais provável que eles coloquem seus recursos e dinheiro para validar uma transação que lhes ofereça melhores retornos.

O congestionamento da rede

Um bloco na cadeia de bloqueio Bitcoin só pode conter uma coleção de transações que não exceda 1MB de dados. Portanto, a cadeia de bloqueio de Bitcoin só pode conter até 7 transações por segundo. Considerando a dificuldade atual de problemas matemáticos complexos, são necessários em média 10 minutos para aplicar a regra da cadeia mais longa e validar um novo bloco. Portanto, se a rede estiver congestionada e um grande número de transações não confirmadas estiver na fila de Mempool, ainda pode levar muito tempo, mesmo que você esteja disposto a pagar uma taxa de transação mais alta.

Tamanho da transação

Como um bloco na cadeia de blocos Bitcoin só pode armazenar informações de até 1MB de tamanho, uma grande transação pode ocupar muito espaço. Assim, tornando mais difícil para os mineiros validar transações de um tamanho maior. Portanto, os mineiros estão mais propensos a escolher transações menores que são comparativamente fáceis de validar.

A maioria das trocas e carteiras ajustam dinamicamente a taxa de transação com base no congestionamento da rede. Isso significa que o serviço de carteira ou troca calculará a taxa de transação apropriada dependendo da carga atual da rede e do tamanho da transação. Entretanto, a taxa pode ser ajustada manualmente. Muitos serviços de carteiras oferecem aos seus usuários algumas opções ajustáveis.

E quanto a outros altcoins?

A bitcoin não é a única moeda criptográfica, mas é provavelmente a mais lenta. Em comparação com a velocidade média de transação das 10 maiores moedas criptográficas, a Bitcoin leva o maior tempo de processamento.

O Ethereum normalmente leva cerca de 6 minutos, enquanto moedas como Ripple (XRP) ou Stellar (XLM) levam menos de 5 segundos. Isso porque Ripple e Stellar podem lidar com mais de 1000 transações por segundo, enquanto Bitcoin e Ethereum blockchain só podem lidar com 7 e 15 transações por segundo, respectivamente.

Falando sobre a velocidade das transações e suas limitações, nos próximos anos espera-se que o aumento do Ethereum 2.0 resolva estas limitações. Por outro lado, os desenvolvedores de Bitcoin também trabalham na melhoria de sua rede, de modo que a comunidade também pode ver uma melhoria.

Alte Mathematik kann der Schlüssel sein, um Crypto Bull Market Riches zu machen

Während Bitcoin und der Rest der Krypto-Anlageklasse in die frühe Phase eines neuen Bullenmarkts eintreten, arbeiten Investoren und Analysten intensiv daran, einen Plan zu entwickeln, um den möglicherweise lebensverändernden Aufwärtstrend in den kommenden Tagen zu nutzen.

Aber könnte der Schlüssel zur erfolgreichen Generierung von Reichtümern aus dem nächsten Krypto-Bullenmarkt eine einfache mathematische Sequenz sein, die seit Jahrhunderten verwendet wird?

Bitcoin und Altcoins geben Buy the Dip Season und New Bull Market ein

Bitcoin und Altcoins sind kürzlich aus zweijährigen Abwärtstrends ausgebrochen, was zu einem unglaublichen Bitcoin Code Anstieg des Beginns eines neuen Jahres im Jahr 2020 geführt hat.

Die massiven, raketenartigen Gewinne haben viele Analysten zu dem Schluss gebracht, dass der Bärenmarkt vorbei ist und ein neuer Bullenmarkt beginnt.

Während des letzten Bitcoin-Bullenmarktes stiegen die Preise von einem absoluten Tief von rund 165 USD auf knapp 20.000 USD auf dem Höhepunkt der Kryptoblase, was eine erstaunliche und unerhörte Rendite von 12.000% für Händler darstellt, die zufällig den Boden gekauft haben.

Auf dem Weg nach oben gab es jedoch viele Rückschläge für „Dip-Käufer“, um Long-Positionen aufzubauen und während des parabolischen Aufstiegs noch mehr Geld zu verdienen.

Während der Bullenmärkte versuchen Krypto-Händler, nach jedem größeren Rückzug den Dip zu kaufen und die Rallye weiter bis zum nächsten Widerstandspunkt zu fahren, bevor sie den Prozess von vorne beginnen.

Genau wie das Internet immer behauptet, scheint es einen einfachen Trick zu geben, um das Gewinnpotential beim nächsten Crypto Bull Run zu maximieren: das Fibonacci-Niveau von 0,618.

Während der vergangenen Bullenmärkte von Bitcoin wurde fast jeder einzelne Einbruch zurückgekauft, sobald er das Fib-Niveau von 0,618 erreichte.

Von der ersten Rallye von unten bis ganz oben bei 20.000 US-Dollar wurden nur zwei von etwa einem Dutzend Pullbacks bei 0,5 statt 0,618 gekauft. Aber meistens wird der Einbruch während eines Bullenmarktes bei 0,618 wieder aufgekauft.

Bitcoin

Das Fibonacci-Level an und für sich ist unglaublich leistungsfähig und könnte eine frühe Bestätigung dafür sein, dass tatsächlich ein neuer Crypto-Bullenmarkt beginnt

Nachdem Bitcoin im Juni 2019 mit 14.000 USD seinen Höchststand erreicht hatte, fiel es bis auf das – Sie haben es erraten – Fibonacci-Niveau von 0,618 zurück, wo der Vermögenswert von den Anlegern schnell aufgekauft wurde. Der Vermögenswert ist bereits um über 40% gegenüber den auf diesem Niveau festgelegten Tiefstständen gestiegen.

Das gleiche Niveau von 0,618 war sogar seit 2012 wirksam. Während des Bärenmarkts 2018 arbeitete die Strategie umgekehrt, wobei jedes nachfolgende Top das Fib-Niveau von 0,618 erreichte, bevor es weiter zurückfiel.

Fibonacci-Zahlen sind eine Folge von Zahlen, bei denen jede Zahl die Summe der beiden vorherigen Zahlen ist, beginnend bei 0 und 1. Diese Folge von Zahlen ist überall in der Natur zu finden, von Blütenblättern einer Blume bis zu den scharfen, kalten Kanten einer Schneeflocke.

Im Kryptohandel werden sie verwendet, um Unterstützungs- und Widerstandsniveaus basierend auf menschlichen Emotionen und Verhaltensmustern zu ermitteln.